info@purachuva.com.br

A camomila foi uma das primeiras ervas utilizadas para fins medicinais, considerada a “mãe das ervas” porque acreditava-se que doava saúde às outras plantas semelhantes. Famosa por suas propriedade calmantes e clareadoras, a camomila tem muito mais a oferecer do que boas noites de sono.

1010115_715440185193596_5077430084730731439_nHoje existem dois tipos de camomilas que são muito usadas na Aromaterapia, a Camomila dos Alemães (matricária) e a Camomila Romana (macela-dourada).

A Camomila dos Alemães, Matricária chamomilla, também conhecida como Camomila Azul, é rica em azuleno e camazuleno (cerca de 25% de sua composição) e fornece um óleo incrivelmente azul marinho com poder anti-inflamatório. É cultivada em países do Leste Europeu, tem aroma doce, frutal e herbal. É muito usada para problemas menstruais e é um leve sedativo para uso infantil, de ação antiespasmódica.

Indicações: Anti-inflamatório, imunoestimulante; indicado para articulações inflamadas, alergias, feridas, dermatites, disfunções do sistema reprodutor feminino, dor de cabeça, enxaqueca, dor de ouvido, dor de dente e da dentição, pele inflamada, picadas de insetos, insônia, irritabilidade, náusea, machucados, problemas digestivos, anemia, acessos de raiva e estresse.

Dica de uso com ela diluída em óleos vegetais. Concentração de 1% para crianças e até 3% para adultos.

Cortes, dermatites, ferimentos, inflamações – 10 gotas de óleo essencial em 100 ml de base carreadora cerosa para unguentos e pomadas ou 15 gotas de óleo essencial em 100 ml de base carreadora para massagens | Podem ser usados os óleos vegetais de coco, semente de uva, amêndoas, copaíba, ou azeite de oliva como base.

A Camomila Romana, macela-dourada  ou Anthemis nobilis, é cultivada no Brasil e Portugal, tem alto teor de ésteres, aroma fresco, aromático, frutal e radiante. É mais suave, mas muito recomendada como analgésico e calmante.

Indicações:  imunoestimulante, calmante, analgésico; indicado para abcessos, dermatites, eczemas, pele sensível, alergias, vermelhidões, brotoejas, ferimentos, cortes; disfunções hepáticas, cistites, TPM, dor de ouvido, dores na dentição, nevralgia; estimula a formação de leucócitos; acalma estados de tensão mental e emocional, hipersensibilidade e estresse.

Dica de uso com ela diluída em água filtrada ou destilada. Concentração de 1% para crianças e até 3% para adultos.

Dores de dente ou na dentição infantil – 3 a 5 gotas de óleo essencial para cada 150 ml de água | Aplicar com algodão massageando suavemente a gengiva ou fazer gargarejos.

Exaqueca, dores de cabeça – 5 gotas de óleo essencial para cada 500 ml de água | Fazer compressas frias; 5 gotas de óleo essencial para cada 50 ml de água | Usar em difusão aérea (difusores). Pode intensificar o seu efeito com o óleo essencial de hortelã pimenta.

Peles muito sensíveis podem ter sensibilidade aos óleos essenciais, por isso sempre faça um teste de sensibilidade aplicando no antebraço e aguardando 24 horas.

camomila1

Fonte de pesquisa: Aromacologia – Sonia Corazza.

2 Comments

  • Olá!

    Sobre o uso da camomila romana na dentição dos bebês: você citou diluir em água, porém, pode-se diluir também em óleo vegetal, assim como a camomila alemã?

    Reply

    • Gandharvika Ocque Batista Post author ,

      Olá Marina, pode sim, a ideia da água foi fazer uma leve compressa fria para ajudar na coceira, mas o nosso Tônico de Camomila é feito com base de óleo vegetal de coco concentrado e funciona muito bem para este caso.

      Reply

leave a reply